Projeto “Caminho da Produção”

Projeto “Caminho da Produção”

APRESENTAÇÃO

O município de Porto Velho por muitos anos foi considerado improdutivo tendo em vista acidez de seus solos e consequentemente sua baixa fertilidade, porém essa concepção está ultrapassada, com incorporação de novas áreas produtivas consideradas de medias a boa fertilidade, levando-se em consideração ainda a conscientização dos produtores em corrigir seus solos. Com uma área de 34.068,50 km², é o maior município em extensão do estado, ocupando todo seu extremo norte-nordeste, com 9 distritos, apresenta uma população de 511.219 habitantes, estimada pelo IBGE/2016.

No que diz respeito a sua estrutura fundiária o INCRA cadastrou em Porto Velho 9.020 imóveis rurais, dos quais 3.947 são minifúndios e 3.602 são pequenas propriedades de até 4 módulos fiscais (1 modulo fiscal 60 ha), formando ambos um total de 7.549 imóveis de até 240 ha, este reapresenta 83,7 % dos imóveis encontrados e que em geral compõe a agricultura familiar enquanto a média propriedade de 04 até 15 módulos fiscais, ocupa 13,7 % do total com áreas de 458.598,2930 ha. Já a grande propriedade, acima de 15 módulos fiscais, superior a 900 ha tem apenas 239 imóveis, portanto 2,65% do total cadastrado.

Diante do exposto, como pode se verificar tendo em vista a sua extensão territorial e seu atual processo de ocupação, exige que se tenha uma extensa malha viária, a demanda pela recuperação e conservação de estradas vicinais é intensa, considerando-se ainda a necessidade de recuperação e construção pontes vicinais, bueiros e abertura de novos trechos, o que vem de encontro da necessidade de se ter uma estrutura, tanto de veículos, máquinas e equipamentos em boas condições, assim como também, de uma equipe que desenvolva um trabalho eficiente e eficaz.

JUSTIFICATIVA

O panorama agropecuário do município vem melhorando ano a ano, de acordo com os dados levantados do IBGE através do levantamento sistemático da produção agrícola-LSPA realizado em dezembro de 2016, Porto Velho, destaca-se como maior produtor de arroz do estado, com uma produção de 42280t cultivado em uma área de 9.225 ha, com um rendimento médio de 4.800 kg/ ha, superior e médio do estado que foi de 3.148 kg/ ha destacando-se também como maior produtor de banana e mandioca, respectivamente com áreas cultivadas 2.125 ha e 7673 ha, com produção de 18.648t de banana e 133.884t de mandioca, enquanto que as culturas, como café, milho e soja estão em expansão, o primeiro apresenta uma área plantada 5.314 ha e uma produção de 6.376t, o que lhe confere um rendimento médio 20 sacas de 60kg/ha, superior à média estadual que é de 18,56 sacas de 60 kg/ha, enquanto que o milho e soja ainda são incipientes em relação produção do estado, o primeiro apenas representa 4,43% da produção estadual, enquanto que a soja apenas 2,6%.

No que se refere a pecuária, relativo e bovinocultura de acordo com os dados da última vacinação acompanhada pela agência IDARON, Porto Velho tem o maior rebanho do estado como população bovina de 900 419 cabeças, das quais 767.114 são bovinos de cortes 133.305 bovinos de leite.

Considerando a representatividade da agropecuária no município, a política agrícola a SEMAGRIC, está voltada para melhorar a renda e consequentemente a qualidade de vida dos produtores rurais, principalmente da agricultura familiar. Para tanto, políticas públicas devem ser implementadas para tornar a nossa produção cada vez mais competitiva e sustentável. Nesse sentido, visando, atender a principal reivindicação da população rural, que são as estradas rurais que, estrategicamente além de favorecer o escoamento da produção, também é de fundamental importância para educação e a saúde da zona rural, além de outras necessidades como esporte e lazer.

Atualmente existem aproximadamente 6.800 km de estradas, exigindo da SEMAGRIC um esforço além de sua capacidade operacional, para torná-las trafegáveis, principalmente pelo fato de que mais de 70% de seus veículos, máquinas e equipamentos se encontravam em situação precária, em março do presente ano. No que pese as dificuldades encontradas devem ser recuperadas e conservadas mais de 2.650 km, de estradas e também a recuperação e construção de 260 m entre pontes e bueiros. Justificando-se perfeitamente a manutenção do projeto “Caminho da Produção” junto a SEMAGRIC, não só pelo conhecimento da realidade da Zona Rural de Porto Velho, mas também pelo profissionalismo e experiência da sua equipe de trabalho.

OBJETIVO GERAL

Realizar melhorias nas estradas rurais e implementar novas aberturas, visando proporcionar aos produtores rurais e suas famílias, melhores condições de trafegabilidade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Efetuar o levantamento das estradas rurais, priorizando os trechos rurais precários.
Promover a recuperação de veículos e máquinas.
Recuperar inicialmente os trechos intrafegáveis e de difícil acesso.
Priorizar a recuperação e conservação de estradas rurais com maior trafegabilidade, principalmente da produção agrícola.

METAS

Pretende-se através do presente projeto, realizar a recuperação de 1.500 km e a conservação de 1.150 km de estradas vicinais. Além da recuperação e construção de 125 m pontes e 135 m de bueiros.

AREAS BENEFICIADAS

Distritos: Nova Califórnia, Extrema, Vista Alegre, Jaci-Paraná, União Bandeirante e Rio Pardo.
Linhas nas proximidades de Porto Velho.
Outras localidades, por exemplo: Joana D' Arc e outros.

No total devam ser beneficiados diretamente 3.870 produtores rurais e outros beneficiários.

PERIODO DE ATIVIDADES

Em função da maior intensidade de chuvas, nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, as atividades previstas no presente projeto serão reduzidas, quando na ocasião deve-se dar uma maior atenção a recuperação e manutenção, de veículos, máquinas e equipamentos.

DÚVIDAS:

Em caso de dúvidas ou mesmo de denúncias, as mesmas podem ser encaminhadas ao Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal de Porto Velho no endereço eletrônico: (semagric01@hotmail.com), ou pelos telefones (69) 3901-3371 ou 3901-2876.


Endereço e Horário de Atendimento ao Público
Endereço: Rua Mario Andreazza com José Amador dos Reis, s/n - Bairro JK II (Ao lado da Semob).
Telefones: (69) 3901-3371 - Gabinete - 3901-2876
Horário de atendimento ao público: de segunda a sexta feria das 07:30 AS 13:30 horas.

Estradas Vicinais

08 / Nov / 2018 - 13:09

Recuperação de estradas Vicinais

.